Histórico


O Instituto de Pesquisas Jurídicas Bonijuris iniciou suas atividades em maio de 1989, em uma sala de 30m² no centro de Curitiba, por iniciativa do representante comercial Gerson de Morais Garcez, em sociedade com o advogado Luiz Fernando de Queiroz, fundador do Telejuris.

Lançou inicialmente dois boletins decendiais, Informativo e Jurisprudência, em coedição com a Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), e um boletim quinzenal, Trabalhista, em coedição com a Associação dos Magistrados do Trabalho (Amatra) da 9ª Região.

No ano seguinte, o Bonijuris colocou no mercado seu primeiro produto eletrônico, o Banco de Dados de Jurisprudência, em disquetes de 7 1/2, substituídos em 1994 por disquetes 3 1/4 e mais tarde pelo CD-Rom. Simultaneamente editou o banco de dados de Jurisprudência Trabalhista.

Em julho de 2001, o Bonijuris transformou os boletins na Revista Bonijuris, de circulação mensal. Também ampliou, segmentou e consolidou os bancos de dados nas revistas Bonijuris Jurisprudência, Bonijuris Trabalhista, Bonijuris Criminal e Bonijuris Doutrina, todas em CD-Rom.

Em 2005, passou a publicar a Série Tudo Sobre, atingindo 27 diferentes títulos, e em 2006 incorporou o Banco de Petições, o Banco de Contratos e o Banco de Sentenças. Em 2007 lançou nova série, a Coletânea Bonijuris, com CD-Roms sobre Direito Administrativo, Direito Imobiliário e Direito Processual Civil.

Em março de 2009, colocou no ar a nova versão de seu sítio na Internet, com o conteúdo atualizado de todas suas fontes de pesquisa.Desde março de 2010, ampliou seu público-alvo, passando a atingir pessoas de todos os segmentos econômicos, através de linques diretos em sítios de bibliotecas, universidades, sindicatos, associações de classe e empresas em geral.